sábado, 19 de novembro de 2005

BENÇÃO


Vagueio!
Estou em todos os lugares e em nenhum!
Chove e está frio, mas eu estou indiferente, porque é sábado, é o meu dia e eu resolvi mimar-me!
Não é que tenha esquecido os meus problemas pendentes; vão apenas ficar em suspenso por hoje!
O dia em que sou dona do tempo, do espaço e controlo o meu mundo!
Até o telemóvel vai ficar desligado – hoje vou exercitar a visão, apreciar demoradamente o que está lá, mas que, por vezes, pelas preocupações, pela falta de tempo não vejo.
Talvez seja hoje o dia em que vou ler atentamente o resumo daquele livro, com aquele título curioso “Não digas que foi um sonho” para saber se vale a pena arriscar a nossa vida por um sonho.
Ainda acredito que sim – e gosto de os colorir com cores fortes e perfumes suaves!
É como o Paulo Coelho diz em “Na Margem do Rio Piedra” – Às vezes, a felicidade é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.
Hoje, vou transformá-la numa bênção!

Sem comentários: