quinta-feira, 6 de outubro de 2005

BRILHAR MAIS FORTE

Subi até ao cume da montanha mais alta do mundo!
Estou ofegante; tenho uma dor que me apunhala o peito e faz com que tenha que me sentar.
Ali, na neve fofa e fria, mas eu estou tão cansada que nem noto!
A nuvem, onde eu passeava com tanta alegria, acaba de se fragmentar e já que tinha que cair, pensei que a neve me amorteceria a queda.
Não amorteceu e durante uns dias, vou sentir-me rejeitada, punida, como se estivesse em carne viva.
Perguntas que ficavam sem resposta, encontros cancelados à última hora, desculpas esfarrapadas – a repetição do nosso último filme, com os mesmos cenários, apenas com ligeiras alterações nos diálogos.
Só que desta vez eu não estou a chorar – estou desapontada, mas encolho os ombros e vou cuidar dos meus amigos, alguns dos quais estão já a refilar por eu ter “desaparecido” da rota habitual.
E nem preciso de dizer que se o meu amigo (do post Honesto) me ligar e me convidar para jantar fora, eu vou dizer que sim.
Nunca se sabe os que os Deuses têm reservado para momentos como este, mas aconteça o que acontecer, ficarei sempre feliz.
Um bom jantar, uma boa conversa com alguém que se aprecia – até as estrelas vão brilhar mais forte!

1 comentário:

Carmem L Vilanova disse...

Marta Amiga, hoje vim para convidar-te para a festa de 1º aniversário do Eu Sei Que Vou Te Amar... És peça muito importante neste um ano de história, afinal é tambem por ti que ele existe!
Muitos beijos, flores e sorrisos para ti!