domingo, 20 de março de 2005

"SUNRISE" - O NASCER DO SOL

Não me perguntem porquê, mas a manhã de sábado não é nada, se não escutar “Sunrise” dos Simply Red, pelo menos, umas 4 ou 5 vezes.
Fala de amor, como todas as canções, mas, e pensando bem, quem é que não gosta de saber que, quando a olham, parece que estão a ver o sol a nascer?
Primeiro, vê-se um
clarão amarelado, um clarão que empurra a noite, expandindo-se lentamente à medida que o sol, majestoso e confiante do respeito dos seus súbitos aparece!
Depois….não há palavras para descrever um lindo dia de sol!!!
Vive-se apenas!
Esquece-se tudo e sente-se a expressão preocupada e carregada que se desenhou nos nossos rostos e nos tornou mais pesados, mais sombrios, desaparecer como magia!
Pena que ainda fiquem os cochichos, as “bocas”, os olhares trocistas, de quem não sabe aproveitar o tempo!

Sem comentários: