sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

DEPOIS DO JULGAMENTO - PARTE III



Nessa mesma noite, recebo um telefonema inesperado.

É o "Silencioso", um dos jogadores da Mesa Alta que aposta quase sempre o mínimo da aposta exigida. Não fala muito, mas é astuto e observador. 

Fico em estado de choque quando me aconselha a adiar o jogo do próximo fim de semana.

" Mas porquê?" insisto e o "Silencioso" demora a responder. 

Não sabe se deve confiar em mim; afinal, só organizo os jogos e nunca aposto.

" Soube-se que está cá um Inspector da Capital.  Não sabemos exactamente as razões da visita dele, mas não queremos surpresas." 

" Um inspector da Capital? E é essa a razão porque não podemos organizar o jogo? " pergunto. 

" É essa a razão! Faça o favor de avisar os outros jogadores e diga que não sabe a data do próximo jogo!" e desliga sem me dar mais explicações.

Fico parado no meio da sala, a pensar na comissão que vou perder por não se organizar o jogo pela razão mais estúpida que se pode imaginar. 

Lembro-me então do Inspector Leandro.  Será ele o Inspector da Capital?

Se há uma coisa que eu sei acerca do Inspector Leandro, é que ele é um bom profissional e muito respeitado no meio...

CONTINUA
 

1 comentário:

Sofá Amarelo disse...

Hummm, todos os intervenientes muito bem informados... e se realmente é o Inspector Leandro é bom que os jogadores tomem cuidado... porque o Inspector Leandro já deu provas que tem uma intuição muito apurada...