terça-feira, 31 de janeiro de 2017

A REUNIÃO - O FIM


Geralmente, a Eduarda aparecia logo a oferecer café e uma fatia de bolo, mas hoje não se ouve nada vindo da cozinha.

O Machado convida-nos a sentar; parece que envelheceu dez anos. O olhar está parado, arrasta os pés e senta-se com dificuldade.

" Estão cá por causa da porta?" indaga, mas não esboça qualquer sorriso. 

" Sim, ao que parece, foi uma grande confusão. A Susana não podia entrar, a D Filomena não podia sair e tiveram que chamar um serralheiro!" respondo bruscamente " Este assunto devia ter sido discutido na reunião e vou ter que convocar uma extraordinária, até porque alguém terá que pagar a deslocação do serralheiro...." continuo, mas o Meireles interrompe-me:

" Sabes alguma coisa sobre o que se passou?" e o Machado olha-o com tanta dor que me arrependo de ter falado tão bruscamente.

" A Eduarda saiu hoje de casa... Não volta!  Tivemos uma grande discussão e deve ter sido ela quem fechou a porta ao sair... Talvez para me impedir de ir atrás dela... mas a humilhação já é grande..."  conta quase num sussurro.

Eu e o Meireles entreolhamo-nos. Não sabemos o que dizer, mas creio que o Machado não espera nada da nossa parte.

" Lamento... Isto pode esperar! Paga-se com o fundo de maneio e depois vê-se!" atalho, pondo-me de pé.

" Concordo." apressa-se a dizer o Meireles " O melhor a fazer agora é descansar... Espere uns dias e fale com a Eduarda. Talvez possam resolver o assunto..." aconselha, mas o outro nem o escuta.

Cá fora, no átrio eu e o Meireles combinamos alguns detalhes, mas o que pensamos verdadeiramente é:

Será que a Eduarda tinha realmente um affair?

Mas essa é uma outra história....




FIM

Sem comentários: