terça-feira, 22 de novembro de 2011

"SWEET"

Podia falar nos desejos,
que se escondem no Vento.
Ou contar as folhas,
que se espalham pelo jardim.
Podia explicar-te o que é “sweet”…
Ou encontrar palavras que rimem
com sensual
Mas quero amar-te…
Simplesmente...
Por esse facto...
O facto de amar....


O autor desta foto é desconhecido

8 comentários:

Anita de Castro disse...

SONHAR UM SONHO Nos ajuda a viver, nos traz a esperança de conquistas sentir uma grande harmonia interior e a realização do idealizado sem medo de acordar

Sofá Amarelo disse...

O facto de amar é mais importante e mais presente que falar de desejos ao vento, contar as folhas de Outono espalhadas pelo jardim ou encontrar palavras que se adequem a determinada rima... o acto de amar não se exprime nas palavras que o vento leva...

DE-PROPOSITO disse...

falar nos desejos,
-------
Os desejos fazem parte da vida. Sem eles, a vida não teria significado.
---
Felicidades
Manuel

Paixão Lima disse...

«Se tudo deve ser feito com amor...» amar é o nosso destino...
«O facto de amar...» é um estado de graça só ao alcance de quem é gracioso...
Amar o que se conhece, amar o desconhecido, amar quem nos ama ou não e amar até o que não existe.
Quando amamos estamos a amar-nos...Amar generosamente sem exigir reciprocidade. Amar só por amar...
Porque é mais gratificante amar que ser amado.
É o amar de Cristo, de Madalena, dos idealistas, dos santos e dos poetas. É o amar de asas brancas. Porque é um amar mais sentido que vivido.
E só se vive o que se sente. Amar assim é andar acompanhado mesmo sem companhia...
Reconheço a utopia que sustenta a minha pena. Mas a utopia é o refúgio dos inconformados.
Se o mundo não se compreende, porque havemos de ser compreensíveis ?! Se pertencemos ao mundo...


.

Álvaro Lins disse...

No amor a rima necessária é reciprocidade:)!
Belo como sempre!

Nilson Barcelli disse...

As tuas palavras são sempre doces.
E, por isso, os poemas saem-te das mãos com muita sensualidade.
Querida amiga Marta, tem um bom fim de semana.
Beijos.

© Piedade Araújo Sol disse...

um belíssimo poema pleno de sensualidade e ternura.
gostei!

beij

AC disse...

Amar simplesmente, sem explicações...
Belo, Marta!

Beijo :)