quarta-feira, 9 de novembro de 2011

MERA MUSA

Quero...
Ser a tua Musa esta noite.
Ser a memória do teu desejo,
a euforia da tua paixão.
Ler o prazer nos teus olhos
e existir nas palavras exóticas,
com que te confessas à minha pele.
Quero...
Sentir os teus beijos perdidos em mim,
nessa vaga de calor que te diz -
mera musa não quero ser.
Quero ser quem amas...


Foto de Stanmarek

9 comentários:

JPD disse...

Eis uma proposta irrecusável.
Excelentemente escrita.
Bjs

Sofá Amarelo disse...

As Musas existem nas memórias do desejo e na euforia da paixão, onde as palavras exóticas vestem a pele e mergulham na vaga dos beijos perdidos daqueles que se amam.

Paixão Lima disse...

Poema sensual de grande beleza.
Só os poetas sabem saborear um amor assim...tão amargo e doce.
Poema que começa bem e acaba melhor :
«Quero ser quem amas...»

♫ ♪ Wilson Miguel ♫ ♪ disse...

Desejos intensos e reveladores... Assim como toda paixão deve ser!

À ti amiga, o meu beijo carinhoso e o desejo de um final de semana de muita paz no coração!

Deus seja contigo

Daniel Costa disse...

Marta

Na tua senibilidade, nesse teu jeito sensual, ser factual e mera musa, seria banal e banlidades não sabes vesejar.
Beijos

tecas disse...

Desejos intensos, reveladores de um amor imensurável. Maravilhosamente belo e sensual....Musa!!!
Bjito amigo e uma flor.

Álvaro Lins disse...

Lirismo, sensibilidade e sensualidade:)!
Bjo

Nilson Barcelli disse...

É bem melhor ser a amada do que a musa. Penso eu...
Mas nem tenho que pensar para te dizer que o teu poema é magnífico.
Beijos.

Anne Lieri disse...

Marta,que beleza seu blog e sua poesia!As musas na verdade estão mais próximas à admiração do que ao amor!Linda demais sua poesia!bjs e boa semana!