segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

PURA VERDADE

Escrevo-te um poema.

Não pelo dia.

Pelo prazer de o escrever em ti.

Para ti,
nas palavras com que me tocas.

Sussurro o prazer na tua pele,
traço o meu destino no teu suor...

Confesso tudo,
quando gemo em êxtase.

Porque essa é a pura verdade....


Foto de Prismes, "My Light", DeviantArt

8 comentários:

R.B.Côvo disse...

Verdade nua e crua. Um abraço.

Nilson Barcelli disse...

Um belíssimo poema, muito apropriado ao dia.
Gostei imenso, querida amiga.
Beijos.

alice disse...

também sinto que nasci para escrever um poema em alguém :) um beijinho, marta*

Secreta disse...

A verdade inegável!

© Piedade Araújo Sol disse...

sensual.
gostei!
beij

Sofá Amarelo disse...

E a verdade é aquilo que se confessa em êxtase, traçando os destinos sussurrados no prazer da partilha e da entrega... porque escrever um poema é a pura da verdade...

JPD disse...

Belo!

Tenho para mim que «O Dia Dos Namorados» será sempre que eles o desejarem.

Bjs

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Marta, belo poema...Espectacular....
Cumprimentos