terça-feira, 4 de novembro de 2008

Á GUARDA DA CHUVA





Beijos ardentes…
Que deixas à guarda da chuva…



Dança comigo, chuva…
Não te preocupes se me encharcares….




Dança comigo, chuva….
Quero sentir esses beijos ardentes….
.....nos contornos do meu corpo….






Dança comigo, chuva...


Adivinha o que sinto....


O calor que deambula em mim....


........e que invejas...........




(Foto "Fios de Água" Manuela Vaz, 1000 Imagens)
(Textos protegidos pelo IGAC)

5 comentários:

Nuno de Sousa disse...

Dança cheia de sensualidade.
Continua que gostei :-)
Bjs e uma boa noite
Nuno

A. Jorge disse...

Quase que consegues por-me a gostar de chuva!

:)

Um beijo

Jorge

Pekenina disse...

Dançar pode mesmo ser feito de muitas formas :)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amiga:
Não consigo comentar nada. Fiz um post a duras penas em memória a uma pessoa que perdi. Peço que me dê uma força, indo ao meu Blog.
Obrigada desde já,
Renata

Alexandre disse...

A chuva sabe bem em certos momentos... provoca sensações de liberdade... gosto de dançar à chuva tal como em «Singing in the rain»...