sábado, 20 de setembro de 2008

CORPOS CONQUISTADOS


Suspiro...
E no negrume da noite
Nem me atrevo a abrir os olhos...

E assim, como que naufrago de mil mares
Só sinto os sonhos a baterem nas vidraças
Lembrando que o prazer
Vai para além dos corpos conquistados.

Desperto pelas emoções ao rubro,
Sentindo-te tão à flor da pele
Com os teus lábios me caso, num beijo enorme
Do tamanho do desejo que tu invades....
(Foto "Despedida" António Ginjeira, 1000 Imagens)
Dueto escrito por Marta Vinhais e Só Eu

9 comentários:

Só Eu disse...

Olá Marta
Não tenho palavras. É tudo tão bonito!
É um prazer trabalhar sobre os teus versos.
Beijinhos

Sol da meia noite disse...

Naufragas em mares de sentires...

Beijinho *
:-)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Venho de um blog em que a sua dona diz que não devemos falar de sentimentos, que basta ter sentimentos. Repliquei dizendo que certas pessoas têm necessidade de extravazar, como os poetas, mas para isso é preciso ser. Pelo seu poema, tenho certeza de que me entende.
Fiz novo post sobre um filme que eu não sei se vc viu. Vc verá como há menos coisas postadas.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Peter disse...

Noto no texto uma nova disposição e alegria de viver.

Alexandre disse...

Gostei de

«Com os teus lábios me caso»,

uma imagem que reflecte as sensações dos corpos quantas vezes conquistados e das emoções ao rubro...

Pingo de Mel disse...

Belo blogue o teu.

Xinha disse...

Mais um belo dueto...
A vossa dupla é formidavel !!.

Cumplicidade nos sentires e nos quereres... Gostei muito !!


Xi-coração

pin gente disse...

este dueto está fantástico... sensual, belo...!
beijo grande
luísa

Anónimo disse...

gostei de ver uma foto minha associada a este poema, aproveitei para fazer uma visita e gostei muito

António