quarta-feira, 13 de agosto de 2008

INESQUECÍVEL



Porquê falar sobre as cores?

Ou associá-las aos sentimentos?

Esconder o corpo e a alma….

Num luto profundo….

Exteriorizar a extravagância…

Numa cor do pecado……o vermelho...

Mas nem o preto é luto….

Nem o vermelho…pecado….

Cruzam-se….disputam-se

Zangam-se…enlaçam-se….

A extravagância com o profundo….

O chique com a dita cor do Diabo…

O contraste perfeito para uma noite inesquecível….
(Foto "Hot Sunset" Rafael Iturrioz, 1000 Imagens)
(Textos protegidos pelo IGAC)

6 comentários:

Alexandre disse...

As cores são as cores da alma, as cores são as cores e os tons que nós quisermos... as cores somos nós que a s fazemos e combinamos... a vida é colorida... se quisermos!!!

Secreta disse...

A verdade é que quase sempre sentimos que as cores ditam muito sobre nós.
Beijito.

Catarina disse...

Nem o preto é luto...
Nem o vermelho é pecado...
lá isso é verdade!
Mas as cores são associadas muitas vezes ao nosso estado de espirito.

E o vermelho é paixão. é fogo. que se cruza com o preto para lhe dar uma certa acalmia...

Adoro cores e para mim todas elas têm um sentido...

Beijo Marta :)

Patrícia disse...

Não é a cor da nossa roupa que nos define. Eu prefiro as cores que para mim, transmitem paz: branco, verde, amarelo, laranja...

Bjs =)

Peter disse...

Gosto do azul e dou-lhe preferência na roupa que uso.

Só Eu disse...

Marta.
Prefiro o enlaçar das cores. Chamas-lhe pecado e luto. Eu prefiro chamar loucura e paixão, claro e escuro...
Mais uma belissima reflexão.
Beijinhos