terça-feira, 13 de dezembro de 2005

DEFINITIVAMENTE

Definitivamente, tenho que deixar de ouvir a Ivete Sangalo!

Se eu não te amasse tanto assim” é uma canção que define tudo aquilo que senti em relação a uma pessoa e tal como a Ivete diz a certa altura “amei-te no vento do vendaval e quis ir além do temporal”, eu também o fiz.

E, às vezes não podemos ir; temos que largar a corda e esquecer as lágrimas que, ontem ao ouvir a canção, eu deixei correr pela cara abaixo.

Pouco me importei se alguém reparou e sei que devia esquecer quem a canção me fez lembrar!

Por muito grata que me sinta porque me alertou para um problema que eu tinha que resolver!

Afastou-se; deixou-me sozinha e um amigo nunca abandona um amigo quando este mais precisa!

1 comentário:

Carmem L Vilanova disse...

Ai amiga!
Há um problema aí, quando dizes:
"Afastou-se; deixou-me sozinha e um amigo nunca abandona um amigo quando este mais precisa!"...
De fato, um amigo nao abandona outro quando este mais precisa... se assim aconteceu há que repensar, friamente, se de fato havia amizade sincera neste caso...
Às vezes dói, esta análise, mas às vezes se faz extremamente necessária, minha querida!
É preciso lembrar sempre que:
Amor nao faz sofrer...
Amizade nao entristece...
Sao sentimentos incompatíveis... e se por algum motivo estao juntos é porque nao há sinceridade em alguma parte destes sentimentos ou de algum dos dois que exprime os sentimentos... entendes?!
Fica bem, querida amiga!
Quero-te muito bem!
Muitos beijinhos para ti, minha linda!