quinta-feira, 18 de maio de 2017

ESTRANHO - PARTE II


" Então, o que é? " perguntou o Torcato ao técnico forense " É um esqueleto de um animal?"

Mas o técnico abanou a cabeça: " Não, é uma mão humana. Os dedos estão partidos e o corte foi ao nível do pulso." concluiu.

" O resto do corpo estará por aqui? " questionou o Bernardes e o Torcato olhou em volta.

" Vamos escavar o jardim? " sugeriu e o Bernardes respondeu:

" A primeira coisa a fazer é falar com quem frequenta o jardim à noite, saber se há alguém que não tem aparecido... Depois, teremos que ver aquelas casas abandonadas..." 

" Ok, eu e o Tavares podemos vir cá esta noite e falar com a "família"." anuiu o detective, ligando o telemóvel.

Bernardes ligou para o departamento e pediu uma equipa de técnicos para fazerem uma busca nas casas abandonadas.

Depois deu uma volta pelo jardim, mas não viu nada de suspeito.

De quem era a mão? Luta entre gangues? Perseguição de drogados? Extorsão?

" Meu Deus!" exclamou " Pareço o Inspector Leandro!"

" Já pensaste no que vais dizer ao Meireles?" interrompeu o Torcato, trocista.

E o Meireles estava à espera deles quando entraram no gabinete.


CONTINUA

2 comentários:

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, está a ficar muito interessante e a despertar atenção, mais tarde vamos saber de quem era a mão.
AG

Sofá Amarelo disse...

Um suspense digno de uma série policial de TV, daquelas que nos prendem ao ecrã e das quais não conseguimos arredar pé nem olhar... todos os ingredientes reunidos para um desfecho misterioso e se calhar menos provável...