sábado, 3 de maio de 2008

NADA PENSO





Vista da lua, o que sou eu???

A rota do vento…

O suspiro da chuva…

Na tranquilidade aparente do mundo…

Nas noites em a lua fica encoberta…

O que sou eu?

Nada…
Um ser pensante???…

….Que tudo sente…

…. Aproveito a maré….

Nada penso…

Espero apenas pela maré…



(Foto "Lua quase sem Luar" de Ana Loura, 1000 imagens)

8 comentários:

Sol da meia noite disse...

Minha querida, consegues tu não pensar?
Tanto queria, mas não consigo...

Um beijinho grande

Teresa David disse...

Da lua não seremos mais que um pigmento invisivel o que nos fará reduzir á nossa verdadeira dimensão de particulas de um todo que nos transcende que é o Universo.
Mas gostei das tuas palavras.
Bjs
TD

Alexandre disse...

Lua e maré têm a ver uma com a outra, porque as marés não existiriam sem a Lua.

Talvez as pessoas também dependam assim umas das outras embora por vezes não o queiram reconhecer!

Muitos beijinhos, Marta!!!

Betty Branco Martins disse...

querida__________Marta




.penso.nadapenso_____[...]




às vezes é_________de bom.senso








________esperar pela maré...





adorei:)









beijO____C_______carinhO

© efeneto disse...

Simbiose perfeita...Lua...Maré...e nós? o que somos visto por este prisma....
beijo de amizade e agradecimento pela visita.

Fernando Rozano disse...

sempre somos maré enquanto a lua é testemunha de nossas transições. lindo, Marta. beijinhos.

Menina do Rio disse...

A Lua vem; a maré vai e nesse vai e vem de Lua e maré não há nada melhor que contemplar apenas...

Um beijo

M.C. disse...

Marta...

Linda imagem e linda descrição poética.

Abraço deste lado do mar, querida!