quarta-feira, 14 de maio de 2008

DUALIDADES - UM DESAFIO




Instala-se na minha mente…
O pior dos cenários….
Que nem o vento…
Desvia…
Tudo questiono…
Até o velho provérbio….
…………."Pas de nouvelles, bonnes nouvelles"….

Raramente as "nouvelles" são as que eu desejo….




Hoje…….
Tudo questiono…

Até o velho provérbio….
………….”Pas de nouvelles, bonnes nouvelles”….

Nem o vento…

……Essas memórias….
……Estranhas….
Que à minha mente…
……………A sensação de um oceano revoltado
….dão………

de mim desvia…………..

==================

As mesmas frases em 2 textos diferentes...
O mesmo sentimento - desilusão???
O desafio é:
Identifiquem esse sentimento..(aqui nos comentários)
Em qual dos textos está mais expresso...(aqui nos comentários)
Escrevam o vosso próprio texto...(no vosso blog)
(Foto "Vertigo" Vitor Nunes, 1000 imagens)

11 comentários:

AURORA ( LOLA ) disse...

Essas memórias.
Estranhas….
Que à minha mente…
A sensação de um oceano revoltado
dão




Adorei amiga bjs

tufa tau disse...

o primeiro é mais concreto, não marca tempo.
o segundo é mais de um momento o "hoje"
portanto parece-me mais expresso no primeiro.
o sentimento pode ser o medo.


beijo

Alexandre disse...

Sim, há sentimentos diferentes, mas como todos os sentimentos, não são fáceis de identificar, alguma desilusão nos dois, alguma revolta em ambos, o que vem provar que tudo na vida está interligado, as pequenas e as grandes questões são elas que nos fazem sentir e com esses sentimentos seguir um caminho que por vezes nem nós próprios conhecemos bem...

Muitos beijinhos!!!

A. Jorge disse...

Frases iguais, ordem diferente, resultado identico, sentimento igual ou não... Tanta matéria, tanta ferramenta, tanto material!... Mas não tem tem ser apenas desilusão!
Pode ser... saudade, por exmplo. Esperança, talvez. Desilusão também, claro. Pessimismo, receio, medo do desconhecido, aventura em mar revolto, tempestade imaginação... O futuro e as suas incertezas... Mistério!...
Enfim. Em ambos os textos se encontra tudo isso que tu tão requintadamente soubeste espelhar!

Um beijo

Jorge

belakbrilha disse...

Estou completamente de acordo com o Alexandre...
Desilusão, revolta...quiçá uma retrospectiva de uma vida, vivida!

Nem de propósito minha amiga, um dia antes, se visitares o meu blog, também andei por lá!

...A vida (também!!!????)é isto!...

bjs

Carla disse...

...descrença, mais do que desilusão!
E para mim o primeiro é mais forte nesse sentir
beijos

Sol da meia noite disse...

Medo que persiste, pânico que descontrola... mais evidente no primeiro texto.
A minha percepção.

Escreverei algo a propósito no Sol.

Beijos

© efeneto disse...

Perdi-me em mim
Onde sempre me procurei
Entre palavras e sentidos
Onde sempre me demorei
Entre versos feitos de cetim

Perdi-me em mim
No onde e no entre assim
No princípio, meio e fim
Perdi-me em mim...

Apenas me achei para lhe desejar
Bom fim-de-semana
Na companhia de quem ama...

Cöllyßry disse...

Noticias...As que correm ultimamente são terríveis, assustam...Nem mesmo o vento as desvia, as boas que são poucas resvalam na memoria adormecida...
As que se gostaria são tão poucas que se esvai sem tempo de as apreciar, e guarda-se bem fundo na memória...

Em qualquer das frases, diria estar bem definido a insegurança e medo…

Olá Marta, espero ter correspondido...Fica bem

Terno meu beijo

Joseph disse...

Marta, querida amiga
Olá

2 poemas.
Iguais, mas por caminhos diferentes!....
O primeiro poema é mais concreto, mais directo.
O segundo poema, quase que exige uma rima no fim o que dificulta o pensamento.
Também vou para o "medo"...ou para a própria DESILUSÃO!...

Bom resto de Domingo.

Beijinhos de carinho;)**

Um Momento disse...

Sentimentos diferentes mas tão iguais...
Para mim o primeiro texto é mais expressivo
...O sentimento... a tristeza...angustia...

Um beijo...

(*)