quarta-feira, 19 de julho de 2017

THRILLER ERÓTICO - PARTE VII



" Sim, porque... " continua Carolina " a esta altura, já tinhas delineado o crime e escrito os possíveis suspeitos. E, não há nada!" concluí.

" Que disparate! A pesquisa está a ser mais complicada do que eu esperava! " disfarça Jaime.

" Tens a certeza? " pergunta friamente Carolina " É que o Leonardo perguntou-me se um dos personagens vai ser uma stripper, uma vez que estiveste a falar horas com uma na outra noite..."

" Lá estás tu a dramatizar, Carolina! Que importância tem isso??? " atalha Jaime, com vontade de bater no Leonardo. " Quis saber detalhes sobre a dança, o que ela sentia..."

" E, porque é que não escreveste isso? Não escreveste uma linha... Nem sequer sei quem é a personagem principal, que, diz o Leonardo, talvez seja o Latitude... Vá lá, Jaime, responde! Estiveste com uma outra mulher, essa stripper? " repete Carolina.

" NÃO!" grita Jaime " E, não sei qual a pressa do Leonardo! Nem falamos de prazos! Só lhe expus a ideia!" queixa-se.

" Então, fala com ele!" aconselha Carolina, visivelmente irritada e saindo da sala.

Jaime prepara uma bebida e reflecte na cena. Para já, não vai falar com o Leonardo; que idiota! pensa.

A Carolina até tem razão; ele pouco escreveu.  Nem tem vontade de o fazer!

Tudo em que pensa resume-se ao prazer que teve abraçado ao corpo de Matilde...


CONTINUA

2 comentários:

Manuel Luis disse...

E com a parte sete, vou preparar um copo com água, agradecer a tua presença e o dia de hoje.
Boa noite.
Bjs

Daniel Costa disse...

Interessante Marta, policial baseado em diálogo, inconclusivo. Um modo que surpreende o leitor.
bom Domingo