sexta-feira, 6 de maio de 2011

PARTE DE TI

Se é de mim que falas,
não canses as palavras...
Nenhuma te dirá quem sou.


II


Sou um provocador...
Vê-se na forma como me
movo pelo teu corpo...

III


Não sou um sentimento...
Sou uma emoção...
Sou inexplicável,
porque faço parte de ti...


(Continua)



Foto de álbum de João Mateus (Via Facebook)

6 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta

Como é bonito! Pode traduzir-se: não sou nínguém ninguém porque faço parte de ti.
Belíssima a ilustração.
Beijos

Paixão Lima disse...

Se é parte de um todo, não é o todo. Só o todo existe. Como o prazer. Ou é ou não é um prazer. O meio termo não existe. O sentimento é o que se sente. A emoção é um sentir intenso que, por vezes, não tem explicação. A foto do álbum tem beleza erótica. Agrada à nossa sensibilidade.

Liene disse...

Marta...

Teus versos a inquietar e provoca-me concordâncias silenciosas...

Sempre bom vir aqui!

Um beijo carinhoso e um lindo sábado pra você!

A paz esteja contigo

Sofá Amarelo disse...

Por vezes não vale a pena falar, apenas usufruir das formas que se movem pelos corpos, em jeito de provocação ou tão só de emoção. Porque se os sentimentos são tantas vezes inexplicáveis que dizer das sensações que fazem parte de nós...?

AC disse...

Fiquemo-nos, então, pela emoção, enquanto não chega a II parte...

Beijo :)

Nilson Barcelli disse...

Gostei do poema, está muito bem estruturado e tem um final interessante.
Querida amiga Marta, boa semana.
Beijos.