segunda-feira, 9 de maio de 2011

FACTO - PARTE II

Escrevo-me nos teus lábios...
Cresço em ti...
Sinto-te....

II


Na boca entreaberta
e húmida...

Na lava que escorre
de ti
e em ti....


III


Não sou uma promessa;
sou uma declaração...

Não sou um segredo;
sou um facto....
 
 
 
Autor da Foto: Juan Silva

7 comentários:

Paixão Lima disse...

A «Minha (sua) Página» é surpreendente e criativa e tem substância. Não é banal. Na minha opinião, a segunda parte do seu poema é mais interessante.
É um facto, de facto.

© Piedade Araújo Sol disse...

sensual e bonito.

beij

Daniel Costa disse...

Marta

Um facto é um facto, por o ser não tem contestação.
Beijos

Álvaro Lins disse...

Um belo facto!
Bjo

Sofá Amarelo disse...

Entre o real e o virtual prefiro sempre o real! Entre um segredo e um facto prefiro sempre um... facto! Porque escrever nos lábios e na boca entreaberta e húmida só se consegue através das declarações e não das promessas...

Patrícia disse...

Contra factos, não há argumentos.

Beijinhos Marta=)
Patrícia

Marta disse...

Por motivos alheios à minha vontade, desapareceu um dos comentários a este post bem como o post que publiquei ontem.
Á autora do comentário, peça desculpa pelo sucedido, mas como também se deve ter apercebido, foi devido a problemas do servidor da Blogger.
Quanto ao novo post, vou tentar colocá-lo (se a blogger me deixar) esta noite.
Beijos e abraços
Marta