quarta-feira, 25 de março de 2009

RAIZ - Parte II











Sei que gostas de mim…
Sinto-o….
Dentro de mim…

Como uma raiz…

Mais profunda que a própria paixão
Tão proclamada nos sonetos de Amor
Que me lês….

Talvez seja a transparência
Com que te escreves no meu dia…


Sei que gostas de mim…
Falas-me à alma…
Inundas-me com a tua…


Sinto muito mais que mera paixão
Quando sozinha,
fico com as memórias do teu corpo



Nesse conforto de saber
Que estarás sempre dentro de mim....



(Foto "Can't take my eyes off you" Graça Loureiro, Olhares.Com)
(Textos protegidos pelo IGAC - Cópias proibidas)

8 comentários:

Patrícia disse...

" Sei que gostas de mim…
Falas-me à alma…
Inundas-me com a tua…"

Fabuloso!

Beijinhos Marta=)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Não há melhor conforto do que pensar na pessoa amada dentro do nosso corpo. Poema lindo e sensual. Parabéns!
Amiga, publiquei no Galeria sobre um filme recente e muito bom. Gostaria que o fosse apreciar e que deixasse a sua opinião.
Não deixe de dar uma passadiha no Feminina
Um abraço,
Renata

pin gente disse...

como eu gosto quando acordas assim... sensual

um beijo, marta

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Marta:
Vá buscar sua rosa no Galeria, pois hoje faz 1 ano que abri meu primeiro Blog e já acumulei mais de 26.000 visitas.
Um beijo,
Renata

Nuno disse...

Lindo momento... esse amor anda no ar, essa paixão anda por perto e qdo é assim desperta emoções.
Linda esta parte como todas a poesia sensual que aqui vais escrevendo...
Bjs e um bom fds
Nuno

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Marta:
Venho fazer-lhe um convite. Como sabe, sou tradutora e traduzi, com uma amiga, O MORRO DOS VENTOS UIVANTES, que foi muito premiado aqui no Brasil.
Abri um Blog chamado ARTE para publicá-lo aos poucos. As postagens serão feitas sempre aos domingos e serão pequenas. A que fiz hj é um pouco maior porque pus a introdução. Acho que serão necessários uns dois anos para publicar o livro inteiro. Quero convidá-la a participar dessa leitura. Para tanto, vc tem que linkar o Blog:
http://blogliteraturarenata.blogspot.com
Sei que já deve ter lido a obra, mas essa edição que publico tem cerca de 300 notas de rodapé, e um apêndice com críticas de quando o livro foi lançado e sobre a vida de Emily Brontë. Gostaria muito que aceitasse o meu convite. Só levará 5 minutos para ler.
Um beijo,
Renata

Sofá Amarelo disse...

«It's so good to be true, I can't take my eyes off you - é um conforto para a alma saber que alguém gosta de nós, pensa em nós, que se inunda de nós... que a raiz seja o mais profunda de sempre bem agarrada à alma...

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...excelente....
Beijos