domingo, 4 de janeiro de 2009

ACORDAS-ME








Improvisa….
Ao anoitecer….

Sabes como adoro esse momento mágico



Em que os olhares do Sol e da Luz se cruzam…



Por um minuto……

Ah, como eu gostava de saber o que segredam…



Tanta coisa se diz num minuto

Tentei, uma vez perguntar ao mar…


Mas o mar apenas escreveu o meu nome na areia….




Talvez porque o que o Sol e a Lua segredam….

Sejam as mesmas palavras carinhosas…



Com que me acordas……..







(Foto "Natural Photografer" Bruno Rodrigues, Olhares.Com)
(Textos protegidos pelo IGAC)


(Palavra chave do post: Palavras)

7 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Marta...bela fotografia...belo poema...Excelente...
Beijos

Nuno disse...

Belo momento de poesia, belas as palavras num belo anoitecer...

Bons segredos por esses lados estou a ver :-)

Bjs grandes e um bom ano de 2009 para ti e todos os teus,
Nuno

Sol da meia noite disse...

Deliciosos estes segredos.

Belo texto!


Beijinho *

Carla disse...

...nasceu o amor de um segredo infindo entre o sol e a lua
belas as tuas palavras, como sempre
beijos e um bom ano

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Marta:
Que poema lindo, que exala sensualidade, por assim dizer, telúrica.
Convido-a para ir nos meus blogs, pois tenho quatro e publiquei em todos:
http://wwwrenatacordeiro.blogspot.com
http://poemasscancoes.blogspot.com
http://docesspoesias.blogspot.com
http://tristoeisolda.blogspot.com
Ficaria muito honrada com a sua visita. Não é preciso ir a todos os blogs, basta escolher um.
Um abraço,
Renata Cordeiro

Pekenina disse...

(Depois de uma incessante busca pela foto aqui estou eu a comentar).

Há frases inalcançáveis e respostas que por vezes ficam por descobrir. O teu nome escrito na areia... Uma pista, talvez... Num meigo acordar.

Beijinho :)

Nilson Barcelli disse...

Parabéns pelo teu excelente poema.
Com um acordar assim até dá vontade de adormecer muitas vezes por dia...
Beijo.