sábado, 28 de junho de 2008

VAZIA







Desci até à praia….


Embrulhei-me na neblina e senti-me protegida…


Mergulhei os pés na areia fina….


Procurei a areia molhada…


Um fosso…

……a cratera desenhada com as minhas pegadas…

Em breve…
cheia com a nova vaga das ondas….

Que desfruta da pacatez da praia….

Vazia em dia de neblina……………

(Foz, foto minha)

(Textos protegidos pelo IGAC)

6 comentários:

giacomo disse...

Bela imagem e belo poema, parabéns! E felicidades...

Só Eu disse...

Que bom é saber que partilhas a minha paixão pelo mar...
Gosto muito.
Beijinhos de maresias

Vieira Calado disse...

O mar.. a praia... umas das minhas paixões.
Bjs

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

LIndo poema, Marta. Toos deveriam acordar sensuais. Não seis e vc está sabendo,mas terça feira fui operada para retirar um câncer e ontem voltei para casa e já fiz um post para todos, mesmo para quem não estava sabendo. Apareça por lá,
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo afetuoso da Rê

cõllybry disse...

E belo mar este da nossa linda Foz...num encontro de poetica palavras...lindoooo

Beijito, Marta

Menina do Rio disse...

Bom acordar assim
dona de mim
andar pela praia
de saia rodada
pisando na areia
sentindo-me sereia...

Vem comer um bolinho lá em casa

Beijinhos