terça-feira, 3 de junho de 2008

SEM ÚLTIMA PÁGINA









Falta-me escrever uma última página …

Fico sem palavras de repente….
Deixo-a em branco…

Podia novamente escrever sobre reflexos…

Mas reflexos de quem ou de quê?

...Meus?
Sobre quem sou ou quem fui?

Ou sobre a Alice no País das Maravilhas….

Encher-me dessas ilusões e dessas esperanças….

Que me acusam de ter em demasia….



(Foto "Beijo de Inverno" Manuela Ventura, 1000 Imagens)

11 comentários:

Cadinho RoCo disse...

No branco agir do pensamento cada palavra que surge desaparece no branco pensamento de ação nenhuma e que por isso mesmo faz de cada palavra ilusão do dizer não dito.
Cadinho RoCo 0306 15H14

Bruxinhachellot disse...

Nunca é demais ter ilusões e esperanças, pois se não a tivermos seríamos como uma folha em branco.

Beijos de lua.

Alexandre disse...

A qualquer escritor faltará sempre escrever a última página, por isso terás muitas páginas para escrever antes da última...

Muitos beijinhos!!!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Gostei muito do seu poema e espero que me visite. Postei sobre Excalibur. Vá ao meu blog. wwwrenatacordeiro. blogspot.com/
não há ponto depois de www
Bj,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

Secreta disse...

A esperança nunca é em demasia!
Beijito.

D'age disse...

Tens que te atrever...
;))

Bj

Sol da meia noite disse...

Minha querida, nunca se escreve a última página... alguém já a escreveu...?

Um beijinho *

Nilson Barcelli disse...

Convém que não escrevas já a última página... pode ser daqui a 50 ou 60 anos? Eu prometo que a leio...
Sorri... que vais encontrar assunto... já falaste do Bolhão, por exemplo? Nem sei se ainda se pode comprar lá flores...

Beijinhos.

Só Eu disse...

No meu imaginário não há nunca uma ultima página...Fica sempre espaço para mais uma palavra (tantas vezes não dita)
Não há ilusões em demasia quando se ama...
Gostei muito deste teu texto.
Acho que já moro neste teu cantinho...

Multiolhares disse...

A ultima pagina um dia será escrita,
Temos dias assim, mas tudo passa, na vida tudo passa
bj

Joseph disse...

Marta
Olá

Não faças muitas perguntas!
Interrogações a mais só nos criam confusão.

És quem és, e tens todo o direito a amar e ser amada, daí nunca serem as ilusões e as esperanças em demasia.

Pensamentos positivos.

Beijos ternos e doces, querida amiga;)**