quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

SINAIS

Ofereço-te...
A rosa mais bonita...
Aberta, viçosa...
Nela deixei um beijo.

Soprei outro para o ar...
Mergulhei um terceiro no
Perfume que paira...
Deixo-te sinais...
Sinais de mim...
Para que venhas ao meu encontro.....................


A rosa da paixão desabrochando
Trazendo pro canteiro festa e gozo,
Assim também ao ver que está chegando
Batendo em minha porta, amor gostoso

Que é feito de esperança e de alegria,
Deixando este perfume como rastro
Da rosa que nasceu em claro dia,
Uma alva maravilha em alabastro.

Quem dera se esta flor pudesse estar
Comigo, num momento tão tristonho,
Decerto tanto iria perfumar
Fazendo o meu jardim ser mais risonho.

Na tua tez bonita e mais viçosa
Floresce uma esperança feita em rosa...


Co - autor Marcos Loures

5 comentários:

Sol da meia noite disse...

Lindo!!!

Beijinhos para os dois, em pétalas de rosas...

Secreta disse...

Esperança que se mantem , apesar dos espinhos.
Beijito.

D'age disse...

Esta colaboração mantém-se interessante,
Aparece por cá. Até já tem som...

Bjos

Joseph disse...

Marta
Olá

Estes "Sinais" estão um primor.

Gostei muito desta simbiose, com os teus sinais, e com o poema em si.

Apreciei demais:
"Ofereço-te...
A rosa mais bonita...
Aberta, viçosa...
Nela deixei um beijo..."

Beijos amigos e um abraço.**

Secreta disse...

Bom fim de semana.
Beijito :)