quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

LABIRINTO - VERSÃO I







Suavemente…



Faz tudo suavemente….



Num doce desafio….



Fala-me da espuma do mar….



Fala-me de Afrodite….



No pouco tempo que resta



Não penses...



Nem desejes que seja eterno...



E, nesse labirinto que é a paixão….



Perde-te comigo………



Novamente…………….








P.S.: Imagem retirada da Net (Google)

8 comentários:

Sol da meia noite disse...

Cada momento tem o seu tempo...

Beijinhos

A vida.... disse...

ola marta!!

que lindo texto tu escreveste ;-)
eu concordo com o sol da meia noite...

desejo te uma boa semana e deixo te um beijinho cheio de vida

Peter disse...

Sempre eternamente apaixonada.

Secreta disse...

Não penses , não estragues o momento , entrega-te, apenas!
Beijito :)

AURORA ( LOLA ) disse...

No pouco tempo que resta…



Não penses...



Nem desejes que seja eterno...



E, nesse labirinto que é a paixão….



Perde-te comigo………



Novamente……………





LINDOOOOOOOOOOOOOOOOO....adorei.





bjs

Alexandre disse...

Que importa se estamos num labirinto se nele nos sentirmos bem? Que importa estarmos numa prisão se nela nos sentirmos bem?

A nossa filosofia deve ser pelo nosso bem-estar independentemente da opinião dos outros!

Muitos beijinhos!!!!

Dominique disse...

Que belo labirinto, o dos apaixonados! É o único em que as pessoas se perdem prazerosamente.

Mais uma vez, parabéns por suas palavras, Marta! A cada vez que aqui venho, me encanto ainda mais com teus versos. São Lindos!

Um abraço, querida!

belakbrilha disse...

Paixão!!
Labirinto!

A paixão é isso mesmo um autêntico labirinto de emoções!

bjss