sábado, 16 de fevereiro de 2008

LABIRINTO - VERSÃO II




Encurrala o medo…
Afasta-te dele….
E se nesse labirinto
........entrançado com os raios do luar…
Te perderes….
Segue os raios do luar….
Não vejas….
nem sintas na lua…
Um mistério oculto….
um deserto branco….
Recolhe-te no seu sorriso…
Crava a tua marca….

o teu nome….
Na sua face….
O que sentires….
Escreve-o….
Depois, atira-o ao mar…


(Foz, Porto - foto minha)

6 comentários:

Sol da meia noite disse...

A vontade de viver, é a melhor das referências para nos encontrarmos.

Beijinhos

Bruxinhachellot disse...

Essa versão II de Labirinto está maravilhosa. Quero me perder nesses caminhos e nunca mais retornar.

Beijos em letras.

Pekenina disse...

Quem sabe o mar não trará uma resposta..?
Beijo*

125_azul disse...

Que lindo, tão positivo, tão cheio de esperança e determinação. Beijinhos, semana feliz

Secreta disse...

O que sentires , escreve-o! Eterniza-o!
Beijito.

Carla disse...

atirar o medo ao mar...
lindo o que escreves