quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

EM SILÊNCIO







Se fechar os olhos…
Agora…
Se estender a mão…
Sinto-o….
Esse silêncio…
De que te afastas…………….
E que eu acolho….
Desejo…por me dar tempo…
Pensar….decidir…enfrentar…
Aquilo que não vês...
................mas eu sinto….
No meu silêncio….
Quando te dissipas....



P.S.: Imagem tirada da Net

7 comentários:

125_azul disse...

Ontem o Miguinhas fez um aninho, nem tive tempo de te vir deixar o beijinho cheio de baba que ele me tinha pedido para te dar! E o sol que lhe deste continua a brilhar na cadeirinha do carro... Beijinhos

Márcio disse...

Não há pior solidão do que o sentir a falta de um amor...

Sol da meia noite disse...

Sentir o silêncio...
Tem alturas em que este estado d'alma é um privilégio. Porque o silêncio, quando sentido, fala. Quebra a solidão.

Um grande beijinho

Thunder disse...

Um sujeito poético que se fecha no silêncio, que afasta a outra pessoa por não se abrir...Belo poema.Bjs.

AURORA ( LOLA ) disse...

O silêncio, há muitas formas de silêncio as vezes é bom, outras faz mal pois afasta a outra pessoa por não se falar, em certas alturas é um
privilégio,adorei. bjs

M.C. disse...

Marta,

Existem várias muitas formas de se falar.
O silêncio é uma delas, mas também é um mais gritante... muito embora às vezes necessário.

abraços querida :)

not crazy disse...

in english
:- your blg are good