quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

DESAFIO DE JANEIRO

A propósito desta canção do Sting e do meu post anterior, “Mente Fechada”,
gostaria de, aqui ..
....um desafio lançar
As frases chave são:
If you love somebody, set them free” da canção
“O mundo rendido às tuas vontades” do post
e a partir daí...
abro a porta a divagações, opiniões, citações….
As regras: as habituais...
aqui, no vosso blog…
Versão minha?
Claro que sim…com ou sem ajuda….
Até Já?



(Fonte: Youtube)

11 comentários:

Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Não percas o ensejo de abraçar o amor.

Ele também é parte de ti.

Liberta-te das "amarras" que te “guilhotinem” e atende as mensagens que o vento te leva.

O amor quer caber identicamente em ti.

Descobre a porta que te abrirá à ventura.

Joseph disse...

Marta
Olá

Se eu fosse o dono do mundo, "se eu fosse um homem muito rico", se eu pudesse fazer aquilo que me apetecesse, o Mundo seria melhor.
E porquê?
Porque "se o mundo estivesse rendido às minhas vontades", ele seria uma réplica daquilo que eu penso da vida.
Nasci, comecei a viver, vivi, continuo a viver e um dia tudo acabará, mas para trás ficou muita coisa por fazer, e muita coisa feita, muitos erros cometidos, muitos casos bem sucedidos, em todos os planos, quer na família, nas amizades, nos amores, na vida em si, nas oportunidades que se deixaram passar e que talvez, aproveitadas, tivessem desabrochado em bons negócios, em grandes amores, porque de viagens, de guerras, de discussões, de traições, de tudo ou por tudo eu passei...
...continuando a divagar "se eu tivesse o Mundo rendido às minhas vontades", o Mundo seria belo, o Mundo seria melhor em todos os aspectos, porque me considero, no fundo, apesar da minha brejeirice, de gostar de viver sensualmente a vida, mas com muita responsabilidade, de não gostar de ofender por brincadeira, de ser capaz de doar muita coisa e, às vezes, de ter medo de ter o poder nas mãos.

Interpreto a justiça um pouco à medida de cada acto, com base na equivalência da balança...
Uma criança raptada, violada, maltratada, é a pior coisa que posso aceitar: A pena seria PERPÉTUA, sem nada mais. Os senhores da guerra, se eu pudesse, pagariam todos com PRISÕES PERPÉTUAS os crimes que cometeram.
Daria dinheiro aos mais pobres, os ricos nunca os deixaria serem tão ricos, porque não há necessidade das pessoas terem milhões, biliões, triliões de Euros, Dólares, Libras, e comprarem selos por milhões de Euros, só para satisfazerem o seu EGO e deixar milhões de pobres a morrer à fome (ver África), (América do Sul), (Ásia), ou serem trespassados por balas em guerras sem sentido algum.

A justiça do olho por olho, dente por dente, teria que ser aplicada.

E eu detesto mentirosos....

O Mundo rendido às minhas vontades seria um Mundo Bom , onde haveria prazer em viver, na plenitude de todos os actos por nós praticados, porque o teriam que ser, com SAÚDE, PAZ, AMOR, e DINHEIRO a distribuir por todos.....

Só na aplicaria a PENA DE MORTE, porque acho que esse poder de dar a vida e tirá-la, não é a mim que compete.

Divaguei MARTA, querida amiga.
(Uma boa noite, com sonhos lindos).

um sonho disse...

mas às vezes as correntes são invisíveis e as próprias asas acorrentam-nos...

um beijo doce

Alexandre disse...

Gosto muito desta canção e desta letra. Vou pensar bem no que devo escrever e depois voltarei. Embora desde ache que a liberdade é o primeiro bem que temos e que devemos dar aos outros, em especial os de quem gostamos.

Parabéns pelo desafio!

Muitos beijinhos!!!

125_azul disse...

...porque o amor só nos aquece se voar de asas estendidas quando lhe apetece...porque mesmo sem pressa de voltar, está lá, à medida do teu abraço e é só teu...
Dia feliz. Beijinhos

Ant disse...

"Saber amar-te é deixar-te voar, é deixar o teu sonho viver em ti."
;))
Beijos

Secreta disse...

Amar é dar liberdade suficiente ao ser amado para que ele n se sinta sufocar apresionado , amar é ter um único mundo para duas pessoas , um mundo igual para ambas as partes.
Beijito.

Sol da meia noite disse...

Interessante este teu desafio, Marta.
Acho que no meu cantinho, muito do meu jeito, responderei...

Muitos beijinhos

A. Jorge disse...

Ganda desafio, Marta!
Destes assim é que eu gosto!
Vou estudar, concentrar-me, dormir sobre o assunto... e depois digo-te qualquer coisa!

Um beijo

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/

Pekenina disse...

Querida Marta, inspirei-me e aproveitei a tua ideia em forma de carta. Cá vai...

Querido,

Um dia disse que é preciso ser-se feliz para poder, em pleno, fazer os outros felizes. Agora entendo isso e chegou a minha altura de ser feliz, para que o possas ser também, sem ilusões. Precisei de equilibrar o meu egoísmo com o desejo de te satisfazer quando te oferecia "o mundo rendido às tuas vontades". Porque às vezes entro num condeito de idealização e mesmo sabendo que me magoas, protejo-te e quero-te bem. Quero dar-te tudo!
Mas já não sentes o mesmo. Queres soltar-te de mim, desprender-te de quem, por ti, é capaz de dar ainda muita coisa mesmo que a troco de nada.
Para que percebas o quanto de amo faço da minha vida este lema: "If you love someone, set them free". Pois bem meu amor considera-te livre de voar para onde quiseres. Já não és meu há muito tempo. Já não havia um "nós". Agora existe somente um "eu" e um "tu".

Obrigada pelos momentos que me proporcionaste. Os que ainda ficaram por viver, a minha imaginão completa.

Um beijo.

E pronto...espero ter estado à altura :)
Beijinho*

starxandra disse...

Postei o desafio no meu. Quando tiveres um tempito e te apetecer passa lá!

Kiss!