terça-feira, 21 de maio de 2019

O DIÁRIO DA CARMO


Janeiro, 03

O Amadeu é um egoísta!

Tenho quase a certeza de que casou comigo para receber o generoso bónus dos Pais.

O homem apaixonado e divertido com quem me casei tornou-se distante, controlador e às vezes, assusta-me com o tom frio com que me fala.

Parece que me está a interrogar e eu sinto-me como uma criança culpada.

Devo confessar de que não é agradável. No início, desvalorizei, mas agora está a tornar-se um problema.

As discussões são longas, tensas e fico esgotada.

Como castigo, o Amadeu passa as noites no Hospital e eu procuro refúgio em casa da minha irmã.

" É um absurdo!" diz a Eduarda e se bem que concorde com ela, não sei bem o que fazer.

Até ter conhecido o Afonso naquela festa...


Janeiro, 10

O Afonso convidou-me para tomar uma bebida ao fim da tarde.

O Amadeu não está cá; está numa conferência na Polónia e não sei porquê, acho que está acompanhado pela Dra Sofia.

A Eduarda pergunta-me se não terão um affair e não digo que não.

A Sofia também é médica, cardiologista como o Amadeu e estão a desenvolver um projecto que não percebi muito bem.

Os dois estão entusiasmados com os resultados e creio que nunca vi o Amadeu tão empenhado.

O Afonso é o novo editor da revista onde trabalho como freelancer.


CONTINUA

3 comentários:

saudade disse...

Uma boa escolha.... um diário dá sempre que falar....
Boa semana

Cidália Ferreira disse...

Muitas vezes os interesses falam mais alto que o amor!

Hoje, passo a palavra aos meus leitores ...
.
Momentos...
Beijo e um excelente dia!

Larissa Santos disse...

A escolha foi boa. O conto promete:))

Bjos
Votos de uma óptima terça :))