quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

LOUCURA TOTAL - PARTE II


" Afinal, o que se passa? Porque é que nos chamaram? " pergunta Leandro quando a gerente se afasta na companhia de um polícia " Parece que ela morreu de ataque cardíaco!"

" Pois! O médico legista também pensa o mesmo, mas só o poderá confirmar após a autopsia. " comenta o Sargento e ao ver o olhar incrédulo do Inspector, apressa-se a dizer " Ao que parece, ao princípio pensaram que tinha desmaiado, mas como não dava acordo de si, a agente dela começou a gritar que tinha sido crime e que o responsável era o ex-marido dela!"

" Que história é essa? Mas quem é ela afinal? " questiona Leandro, aproximando-se da mesa e observando o corpo.

" Chama-se Teresa, Teresa Emanuel e é escritora. Este é o lançamento do livro mais recente, o segundo escrito a solo!" esclarece Bernardes.

" Porquê? Tinha uma parceria? Sabe com quem?" O Inspector olha para as mãos da escritora e nota um pequeno golpe no indicador da mão direita. Faz sinal ao fotografo e este tira a foto pedida.

" Com o ex-marido!" responde o Sargento.

" Ok, vamos ter que falar com ele e com a agente. Onde é que essa senhora está? " pergunta o Inspector.

" Teve um ataque de nervos e foi para o hospital. Vou telefonar para lá e ver se sabem de alguma coisa."  confirma Bernardes


CONTINUA

3 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

Cada vez mais é preciso cuidar para não ter um ataque de nervos, pois que está difícil e esta personagem vovência isso, esse desespero crescente.

Um beijo

Helena Medeiros Helena disse...

Marta, minha querida, depois de uma prolongada ausência aqui estou a apreciar tuas postagens. Li a primeira e agora a segunda parte deste teu romance onde dá para perceber que vamos ter por aqui uma história super envolvente. Adoro livros de suspense, policial, destes que nos deixam intrigados desde o primeiro parágrafo. E tu possui esta qualidade literária e nos traz emocionantes momentos de leitura.
Vou esperar com ansiedade a parte III e todas as outras, pois quero acompanhar de perto esta LOUCURA TOTAL.
Que tenhas dias de paz e muitas alegrias, um desejo que vai aconchegado num beijo, num sorriso e numa estrela.
Com carinho,
Helena

Sofá Amarelo disse...

Hummm, já não seria a primeira vez que um escritor provoca uma situação - geralmente de crime - para ter argumento para desenvolver as suas tramas. Será este também o caso? Aguardemos com muita curiosidade...