terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

A SEPARAÇÃO - PARTE IV


" OH, CALA-TE, IDIOTA! NÃO SABES O QUE DIZES!" grita o Machado.

" Cuidado com a língua!" aconselha o vizinho e o Tobias dá um passo em frente.

Mas alguém chamou a polícia, pois aparecem dois guardas fardados que perguntam:

" Boa Tarde. Querem explicar-nos o que se passa aqui? O Senhor, se faz o favor? Nome, endereço? " 

O Machado fica calado, espantado por o estarem a interrogar. 

O Tobias explica a situação em breves palavras e um dos polícias pede para falar comigo em particular.

" A senhora tem um advogado? Estou a ver que esta é uma situação complicada... Isto vai ficar registrado, mesmo que o cunhado não apresente queixa. Fale com um advogado... Vai precisar de ajuda!" e despede-se.

O Machado também se vai embora, um pouco envergonhado com a figura que fez e nós os três sentamo-nos na sala a tomar café.

CONTINUA

2 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Como envolve várias pessoas não é necessário apresentar queixa para que seja considerado crime público... e talvez sirva de lição aos intervenientes para se moderarem mais nos seus comentários... às vezes um pequeno insulto pode vir a transformar-se num grande delito...

Luiza Maciel Nogueira disse...

Um cafézinho é sempre bom para se trocar figurinhas e seus personagens parecer precisar desse aconchego. Beijinhos