quinta-feira, 9 de julho de 2015

VELUDO



Veludo confortável,

Que se torna numa segunda pele...

Numa sensação de conforto

que envolve todo o meu corpo...

Que conquista tudo...

Até a alma...

Sinto o roçar macio do veludo

na minha pele nua..........

Sinto os teus braços em mim...

Primeiro, tocam-me no pescoço e

depois descem pelas costas....

Lentamente.....


TEMA: Palavras de Veludo
Poema a publicar numa nova colectânea brevemente


1 comentário:

Graça Pires disse...

O veludo pode inspirar mesmo um poema sensual...
Um beijo Marta.