domingo, 5 de julho de 2015

SUSPENSO




Não sei o que está escrito no Vento...
Já não lhe escuto a voz...
E sinto-me tão só....
Como se o tempo estivesse em suspenso...
À espera de uma palavra mágica 
para recomeçar a girar...


1 comentário:

Sofá Amarelo disse...

Mas o Vento recomeçou a girar, soprando brisas por entre as cores da noite... há que desenhar a palavra mágica e sentir a voz do Vento...