quarta-feira, 22 de julho de 2015

BELLA - IV PARTE



" Olá, Alice. Está tudo bem consigo? “ perguntou Gustavo e pouco faltou para Alice deixar cair o auscultador. Teresa levantou a cabeça e a cadelinha aproximou-se curiosa de Alice que fez um esforço para responder civilmente.
Olá, Dr Gustavo. Estou bem e o Senhor?” e olhou para Teresa, que lhe fez sinal de que não falaria com ele. Mas não era com a mulher que o Dr Gustavo queria falar.
Obrigada. Era mesmo consigo que eu queria falar, Alice. Queria que me fizesse as malas; duas, pelo menos. O resto vejo depois com a Teresa. Não se importa de fazer isso agora enquanto eu vou dar um passeio com a Bella?”
Claro que não, Dr Gustavo!” respondeu Alice, consciente da agitação crescente de Teresa.
Óptimo!” sorriu Gustavo “ Estou estacionado em frente ao portão. Ponha a trela na cadela e traga-a até aqui. Acha que uma hora e meia chega para me fazer as malas? Levo-as quando trouxer a cadela!” e sem lhe dar tempo para reagir, desligou.
Teresa atirou a chávena contra a parede e Alice deu um grito. Assustada, Bella começou a ladrar, mas Alice impôs silêncio com um “ssh” forte.
Dra Teresa, o Dr Gustavo está lá fora e vai levar a cadela a passear. Quando eu regressar, vou telefonar à sua irmã e pedir-lhe para vir até cá... A senhora tem que falar com alguém da família...” sugeriu, colocando a trela à cadela e levando-a para o jardim.

(Continua)

4 comentários:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Pelo que leio, ou seja, na forma, tem jeito para construir um romance... Muito bem... A narrativa está montada :)

beijo amigo

Sofá Amarelo disse...

... e quantas vezes os animais são as principais testemunhas das vidas que passam...

Smareis disse...

Você é uma excelente Escritora Marta. Consegue prender o leitor a cada capitulo. Você deve gostar muito de animais, porque relata a história lindamente.
Eu tenho um cão que parece que me lê o tempo todo. Ter um cão nos torna rico, principalmente em sabedoria e lealdade.
Estou amando a Bella.
Aguardo os próximos capítulos.
Beijo!

Graça Pires disse...

Um romance bem encaminhado, Marta...
Um beijo