sexta-feira, 24 de julho de 2015

BELLA - FIM




Teresa voltou a sentar-se. Sentia-se vazia e culpada, não sabia bem de quê. A única certeza que tinha era que a vida ia mudar. Drasticamente!
Entretanto, Bella adorou o passeio na praia. Escavou vários túneis, ladrou às gaivotas e jogou futebol com uns miúdos tão endiabrados como ela. Quando regressou a casa, estava tão cansada que nem reparou que havia uma reunião familiar à porta fechada.
A vida continuou a decorrer tranquila e se bem que achasse estranha a ausência de Gustavo, não lhe deu muita importância. Nem mesmo quando colocaram a placard com a palavra “VENDE-SE” no jardim. Ou quando viu as caixas de cartão que Alice começou a montar e a encher com roupas e outras coisas.
Só se assustou verdadeiramente quando viu a casa vazia e o Dr Gustavo a fez entrar no carro, dizendo: “ Anda lá, Bella! Vamos para a nova casa! Tu vais gostar!”
Mas Bella não gostou. Não tinha jardim, apenas um grande terraço e a nova mulher do Dr Gustavo não a deixava vaguear livremente pela casa. Só quando ele estava em casa...
Bella deixou de ser uma cadelinha feliz; tornou-se desconfiada e passava os dias escondida, a sonhar com os dias felizes passados naquele lindo jardim.


FIM

2 comentários:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Lá se foi um final feliz ;)

Sofá Amarelo disse...

A Vida muda... e com essa mudança muda a vida dos protagonistas, sejam eles humanos ou não humanos... e os sentimentos de uns e outros são iguais e como tal devem ser respeitados... para que ambos sejam felizes!