terça-feira, 17 de janeiro de 2012

DISPARATE

Amar-te,
um disparate?
Nunca o será, se já o disse.
Amo-te, esqueço-te,
lembro-te em todos os minutos do meu dia.
Sei como te quero, como te desejo.
Como pode isso ser um disparate?

Pintura de Andrien Bersenev

7 comentários:

Sofá Amarelo disse...

É disparate aquilo que os outros dizem, nunca o que nós pensamos ao longo dos dias ou dos minutos, pois amar nunca será um disparate mas sempre uma dádiva!

Chellot disse...

Seria um dispararte viver o amor?
Disparate ou não ame.

Beijos doces.

LOURO disse...

Olá Marta!

Lindo o teu disparate...Um hino ao amor!!! Gostei!!!

Beijinhos de carinho e amizade,
Lourenço

Daniel Costa disse...

MARTA

Amar, em vários casos, pode parecer disparate. Somas bem feitas, nunca o será.
Beijos

Álvaro Lins disse...

Belo disparate:)!
Bjo

Nilson Barcelli disse...

Amar nunca é disparate...
Belas palavras.
Marta, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

amar nunca é nem será um disparate..

um beij