terça-feira, 28 de dezembro de 2010

EM QUALQUER LUGAR


Continuo por aí....
Perdida nos corredores do tempo,
presa num labirinto de lamentos,
num monólogo doentio....

Sucumbo facilmente ao cansaço
de ver e não ser vista...
Falar e ser tratada como louca....

Adormeço em qualquer lugar...





Foto cedida pelo "O Meu Sofá Amarelo"
Uma salva de palmas ao autor.....

7 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Todos nós adormecemos por vezes em qualquer lugar, em especial nos corredores do tempo, pois muitas vezes eles são labirintos que nos barram o caminho mas que temos sempre que tentar ultrapassar ...

Secreta disse...

Porque o tempo por vezes ultrapassa as nossas vontades.
Beijito.

Jacarée disse...

Q o Ano Novo traga Paz, Saúde, Alegria...Luz, Esperança e Harmonia.Com muitos projetos... emoções e magia.
Carregados de amor, esperança e felicidade.
FELIZ ANO!
Bjs

Machado de Carlos disse...

Somos assim e quase sempre não queremos entender. É como se o vento nos levássemos...

Daniel Costa disse...

Marta

O que somos nós, senão fingidores de loucos?
Beijos

AC disse...

As flores mais raras passam despercebidas à maioria...

Beijo :)

avlisjota disse...

Em qualquer lugar vemos e não somos vistos e facilmente nos perdemos em lamurias ou conversas a só...

Bjs Marta

José