terça-feira, 4 de maio de 2010

SENSUAL


Na tua cama, eu repito-me na paixão em que me vives.


e o som do teu corpo deliciado,


escuto atentamente.


Cada uma das tuas palavras,


cada um dos teus gestos,


abre mais uma porta que atravesso,


sem hesitar,


deixando nas pegadas que marcam


a minha passagem,


uma única palavra


Sensual





Foto de Zemotion
"The girl who dreams for.."
(DeviantArt)


Textos protegidos pelo IGAC -
Copias, totais e/ou parciais proibidas
Já colocado no WAF



7 comentários:

Lumife disse...

Parabéns Marta. Já havia algum tempo que não te visitava aqui e gostei da nova face do blog.
Quanto ao poema gostei imenso.

Bjs

Sofá Amarelo disse...

A expressão 'sensual' define muitas das sensações que os sons dos corpos libertam, e que as palavras dos gestos atravessam... passagens únicas, que marcam e deixam, sem hesitar, a repetição da paixão!

Graça disse...

Sensual, como costumam ser estes teus poemas... que eu gosto, porque sim!


Um beijo, Marta.

Secreta disse...

Uma palavra que vale por muitas outras :))
Beijito.

Carmem L Vilanova disse...

Verdadeiramente lindo, minha querida amiga!
Obrigada sempre, por tuas visitas tão queridas!
Beijos, flores e muitos sorrisos!

pin gente disse...

à flor da pele!

um abraço, marta

Daniel Costa disse...

Marta

Um poema a parecer simples, uma certa sensualidade o torna muito interessante, de profundidade real.
Devo dizer que aprecei.
Beijos
Daniel