terça-feira, 11 de maio de 2010

IMORTALIDADE




Há beleza escondida na janela do tempo.

Há arte nas palavras ditas e elogios no vento.

Há acusações e reconciliações e vozes marcantes.

Há provocações e diálogos eróticos.

Há uma pontinha de ciúmes,

que me choca por não ser a verdade

do que sinto.

E, o que sinto, amor,

é a tranquilidade,

a imortalidade

do momento.


Foto de Daniel Pedrogam "Melodic Sense" (Olhares)
Textos protegidos pelo IGAC -
Cópias, totais e/ou parciais, proibidas

8 comentários:

Secreta disse...

E esse sentir é único , tal qual cada momento.
Beijito.

Sofá Amarelo disse...

As janelas do tempo agarram as palavras ditas e lançam elogios ao vento, o qual por vezes moldado em brisa dá boleia à tranquilidade imortalizando o momento... porque a Vida são momentos de Arte e de beleza!

Carmem L Vilanova disse...

Marta linda amiga!
Todo amor é imortal e infinito... enquanto dura, como já dizia nosso poeta Vinícius de Morais... é o viver diário deste amor que o faz imortal e eternamente infinito!
Beijos, flores e muitos sorrisos!

Machado de Carlos disse...

Olá!

São palavras que emocionam. O tempo possui uma janela, esta janela insiste ao nos perseguir todas as vezes que ouvimos o tic-tac, do relógio; se houvesse uma mitologia lógica, transformá-lo-ia em pó. Quisera voltar ao tempo das belas imagens que contemplamos. Ainda bem que a arte e a literatura não morrem.
Belíssimas palavras!
Beijos!...

Machado de Carlos disse...

Posso copiar esta imagem?

Marta disse...

Resposta a Machado de Carlos:
Como indicado, a foto é de Daniel Pedrogam, chama-se "Melodic Sense" e retirei do Site Olhares.
A foto pode ser utilizada, desde que se indique o nome do autor, da foto e do site.
A forma correcta de proceder, mesmo com os nossos textos e de outros autores.
Espero ter respondido à questão.
Beijos e abraços
Marta

Secreta disse...

Bom fim de semana.

avlisjota disse...

" a imortalidade do momento"

Lindo marta

Bjs e boa semana.

José