terça-feira, 22 de setembro de 2009

INTIMISTA





Dizes que o meu poema é intimista.
Talvez seja.
Hoje, sinto-me assim.
Triste,
desanimada.
Por fora.
Por dentro,
à escuta.



À escuta ou à espreita?
Do momento certo?
Do meio dos sons urbanos,
quase ensurdecedores,
agressivos,
filtrar,
identificar a tua voz?
O meu poema é,
mesmo,
intimista.




Foto de Ciem Dan "Sparkle"
Textos protegidos pelo IGAC - Cópias proibidas
Texto já colocado no WAF



9 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Palavras intimistas mas sempre partilháveis, porque a intimidade só faz sentido quando se partilha, quando se identificam em sintonia os poemas e as vozes.

Muitos beijinhos!!!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Também me sinto intimista e o barulho insuportável do silêncio me enlouquece, sobretudo nas minhas noites insones. Esta madrugada fui brindada com 1 hora de sono. Estamos melhorando. Continuemos.
Beijos, querida,

Graça disse...

Vim do "Poesia", Marta, e ainda trago o teu outro poema na memória... um segredo intimista... ao ler este, chego à conclusão que, também eu, tenho dias em que me sinto assim... Gosto dos teus poemas, Marta.


Beijos meus.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom dia, Martinha:
Por favor, não publique nada em nosso Blog antes de ler o e-mail que acabei de lhe mandar. É um pedido, um carinho que peço que me faça, publicar um poema meu. Está tudo lá, poema e imagem. Não me recuperei ainda. Lá está explicado.
Beijos,

Nilson Barcelli disse...

E é na intimidade onde as melhores escutas se podem fazer...
Belo poema querida amiga, como sempre.
Bom fim de semana.
Um beijo.

pin gente disse...

mas...
não tem que ser triste
não tem que ser desanimada
beijos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom dia, Martinha:
De novo, não publique nada em nosso Blog antes de ler o e-mail que acabei de lhe mandar. É um pedido, um carinho que peço que me faça, publicar um poema meu. Está tudo lá, poema e imagem.
Beijos,

avlisjota disse...

Olá Marta tudo bem? Estamos muito intimistas... mas não fiques assim triste e desanimada. Escuta, a tua intimidade... fala com ela, ela pode ser alegre, renovadora.

Beijos

José

Nelson Perez disse...

Oi Marta, gostei do poema que usaste com minha imagem. Parabéns, ficou muito lindo, aproveite e veja meu site.
Beijos
Nelson Perez
www.nelsonperez.com.br