terça-feira, 8 de setembro de 2009

ESTA NOITE



Esta noite,
despe-te para mim.
Ama-me pelo prazer
de me sentires.

Palpitante, quente,
nos teus braços.
A mão carinhosa,
a passar-te pelo teu rosto,
a chamar-te, discretamente,
para um beijo.
Sonhador,

encantado,
obedeces.

Só depois,
muito depois
,
te entranhas na minha pele
e amas-me...

(Autor da foto: Marius Necula)
(Textos protegidos pelo IGAC - Cópias proibidas)


7 comentários:

~~jorge disse...

Marta,

...acompanhamento para seus versos:
na penumbra suave, luz coada, a voz de Juliette Gréco em fundo...
um ponco em contraponto em relação ao poema... mas, quand même...

«Déshabillez-moi, déshabillez-moi
Oui, mais pas tout de suite, pas trop vite
Sachez me convoiter, me désirer, me captiver
Déshabillez-moi, déshabillez-moi
Mais ne soyez pas comme tous les hommes, trop pressés.
Et d'abord, le regard
Tout le temps du prélude
Ne doit pas être rude, ni hagard......»

http://www.youtube.com/watch?v=MVU1fbzjcfk

Beijo
~~j

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Muito lindo, Marta, lindo de viver! Sensual, como eu gosto!
Beijos, querida amiga do coração,
Renata
PS: Poema do Daniel no meu Blog, tenho medo de ir ao e-mail!

avlisjota disse...

Olá Marta sensual o teu poema.

Beijos

José

Graça disse...

Estou com a Renata :)... sensual, como eu gosto. Lindo, Marta. Queria destacar um excerto, mas é no todo que está a beleza.

Beijo meu.

Nilson Barcelli disse...

O amor, mesmo nos seus gestos mais simples e óbvios, precisa de tempo. A precipitação não é bom augúrio. Penso eu...
Gostei do teu poema querida amiga. É muito bom e sensual.
Beijo.

Secreta disse...

E as noites assim são maravilhosas...

Carla disse...

uma noite vestida com os trajes do amor, da paixão e do prazer
beijo