sexta-feira, 4 de agosto de 2017

A EDITORA - PARTE VII


O lançamento do livro é esta noite e Carolina tem ainda muita coisa para fazer.

Marcou hora no cabeleireiro e comprou um vestido novo. Aproveitou para fazer uma arrumação no roupeiro e deu a maior parte das coisas a uma instituição.

Hoje é o começo de uma nova era - uma era sem estar à sombra do Jaime. Hora de se impor e ser reconhecida pelo seu talento.

Aurora garante que o livro vai ser um sucesso.

" Bem escrito, bem pensado, prende a atenção e estes pequenos pormenores como o hobby dele.... " e continua a fazer planos e a sugerir uma sequela.

Carolina não tem a certeza disso... A personagem do detective Jerônimo vai continuar, mas desta vez, porque não escrever um diário de viagens? Passar as férias num sítio calmo e ser confrontado com um crime macabro?

Enfim, abrir caminho a um novo estilo de livro policial.

Mas esta noite o que importa é o lançamento. 

É um sucesso, tal como a Aurora previu... Carolina até já tem a mão dormente de tantos autógrafos. 

A última pessoa já tinha saído quando alguém força a entrada. O segurança ainda tenta impedi-lo, mas Jaime está fora de si e empurra-o para um lado.

Vai directo a Carolina e diz-lhe com sarcasmo:

" Então, Rainha de Gelo, como é que sobrevives sem mim? "

Todos os presentes, Aurora, o Director de Marketing da Livraria, os funcionários e até o próprio segurança, olham-no surpreendidos e Carolina quase que os ouve pensar:

" Mas quem é este? "

Não, decide Carolina, não vais estragar o meu dia e faz sinal ao segurança.

       
CONTINUA

1 comentário:

Sofá Amarelo disse...

Até eu fico com curiosidade em ler esse "livro", que parece ter tanto êxito, lançado numa cerimónia exemplar... até que aparece alguém que tentará alterar o rumo das coisas... aqui estão dois conteúdos policiais: o próprio livro em si e a situação do lançamento do dito e das relações com as personagens vivas...