quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

O MUNDO



Esta noite, leio o meu nome na Lua...

Escrevo histórias no seu brilho... 

Invento mil personagens com a cumplicidade do Vento...

Num turbilhão de palavras... Num labirinto de paixões e cores...

Em rabiscos alegres... Num Mundo de fantasia...

Para acreditarmos de que é possível...

O Mundo real deslumbrar-nos...




3 comentários:

Sofá Amarelo disse...

E o melhor é mesmo deslumbramo-nos com o mundo real do que com o mundo de fantasia, se bem que por vezes seja difícil distinguir a fronteiras entre um e outro... talvez esteja escrito no brilho da luz da Lua e chegue até nós por entre um turbilhão de palavras...

Sílvia Pinto disse...

Poema divino. Fiquei maravilhada com a textura do blogue. Felicidades
.
Deixo um carinho.

Agostinho disse...

A ilusão do Mundo real
O real do Mundo de ilusão
Tudo é ilusão tudo é real
dependendo das metáforas
que pomos nos números

Deste lado, a Marta noutra face do mesmo "eu".
Bonito

Bj