terça-feira, 21 de outubro de 2014

LUST



Sentei-me confortavelmente...
Comprei uma resma de papel, imprimi a minha pesquisa sobre os pecados mortais e abri o Word...
" Escrevo sobre a gula? Ou sobre a luxúria?" pensei " O chocolate podia ser a personagem principal" e, durante uns minutos, escrevi palavras associadas com chocolate e gula.
" Não, é capaz de ser banal demais. Prefiro a luxúria." e, segura de mim, apaguei o que tinha escrito e recomecei.
Em negrito, o título "LUST" e tomei nota mentalmente de que, algures no conto, teria que explicar o porquê da palavra em inglês.

"Lust...
A luxúria... O pecado da carne...
O pecado de sentira sensualidade à flor da pele...
O meu corpo em pecado...."

Mas continuei a martelar nas teclas, sem pensar no encadear das palavras, das frases, preocupada apenas em deixar fluir a ideia.
Falei sobre o cheiro na pele, comparei o prazer a um rio em tormenta.
Questionei a importância do pecado, se estava a falar em amor... A luxúria no amor...

Excerto do meu conto "LUST" sobre os 7 Pecados Mortais publicado na Colectânea com o mesmo nome da Editora Pastelaria Studios.

1 comentário:

Graça Pires disse...

Um texto muito interessante.
"comparei o prazer a um rio em tormenta"... Gostei muito disto.
Um beijo, Marta.