sexta-feira, 16 de Novembro de 2012

MISTÉRIOS DA NOITE






Não sei nada
           sobre os mistérios da noite...
Promessas feitas e esquecidas,
           juras de amor e traições...
Sei de mim,
          do meu corpo,
da minha alma acordada em ti...
          Da luz que protege a paixão
das sombras e do pó
          de quem nunca a entendeu....




Foto de Nathalia Suellen "November"

5 comentários:

AC disse...

A transpiração dos corpos feita linguagem...

Beijo :)

Sarah Moustafa disse...


Olá gostei muito do blog e da escrita!

Já aderi! =)

Se quiser visitar o meu espaço e espreitar o k escrevo aqui fica o endereço!

http://lualibra.blogspot.pt/

xoxo

Sarah

Nilson Barcelli disse...

O conhecimento próprio é essencial, até para saber dos mistérios da noite...
Magnífico poema, gostei muito.
Marta, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Sofá Amarelo disse...

O melhor é não saber nada dos mistérios da noite, porque a noite só por si é um mistério, um enigma, feita de promessas, juras de amor e de almas acordadas nas sombras... das luzes da noite!

LUZ disse...

Olá, Marta!

Por vezes, é melhor não saber. Basta sentir.

Beijos da Luz.