domingo, 25 de setembro de 2011

IMENSOS E IMPENSADOS

São beijos impensados,
são beijos sem mistério algum..
São confissões, delírios,
porque amar é como estar na fronteira...
Como se estivéssemos ausentes da vida,
empurrados de um lado para o outro,
bruscamente...
Loucamente, intensamente,
em sorrisos secretos
e sonhos cúmplices..


Hoje é apenas mais um dia
para descobrirmos o prazer....
Para sentirmos, uma vez mais,
a pele suada e passearmos nos beijos,
- imensos e impensados -
um do outro.....



Foto de Stanmarek, "Sensual"


8 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Os beijos nunca devem ser poucos e muito menos programados, devem ser sempre imensos (sem limite) e impensados, pois só assim podem ser confissões que não precisam de palavras. Beijos são cúmplices de sorrisos secretos e sonhos intensos e loucos e são eles que delimitam a fronteira da Vida!

Nilson Barcelli disse...

"...porque amar é como estar na fronteira...
Como se estivéssemos ausentes da vida,
empurrados de um lado para o outro,
bruscamente..."
Parabéns pela tua originalidade neste poema. Gostei imenso.
Beijos.

Paixão Lima disse...

Milhões de beijos que nós damos...
Mas os melhores beijos, imensos e impensados, são os que desejaríamos dar e nunca damos...

Carmem L Vilanova disse...

Hoje é dia amar, querida amiga!
Nenhum dia é melhor para isso que o HOJE!
Lindo poema, como de costume, minha querida!
Beijos, flores e muitos sorrisos!

Secreta disse...

Beijos que dão vida ao corpo e à alma! Beijos que enchem o coração de bons sentires.

Maria selma disse...

Oi Marta deixaste um recado no mini mural que n entendi direito?gostaria de participar?beijos amiga

Maria selma disse...

Oi amiga Marta,não encontrei seu email,deixa no blog ou envia um email para mim,ok?Pretendo no início da semana o que você quiser,é só enviar para meu email,que deixei lá ou se quiser postar uma de suas poesias é só enviar o link que postarei,
será que fiz entender amiga,é que as vezes eu complico um pouco desculpe tá?beijinhos Aguardo então.

Liene disse...

"Amar é estar na fronteira..."

Essa frase me define hoje. E que bom que é assim!

Marta,

No início de agosto tive minhas contas invadidas e excluíram totalmente meu blog. Então aos poucos estou me readaptando e colocando a casa em ordem. Foi esse o motivo da minha ausência durante tanto tempo sem justificativa.

Um beijo super carinhoso no coração e que a paz esteja sempre contigo

Paz e bençãos!