terça-feira, 2 de agosto de 2011

CONTRASTES DE VIDA

Sobre os contrastes da vida,
porque não falar da rosa e do espinho??
O sangue com que um nos marca a pele…
O aroma com que o outro nos brinda a memória…
De beleza eterna,
mesmo que agora envelhecida e seca...
É sempre única; ama com alma....
Reflecte-se na água,
forma-se nas estrelas...
Segue-nos no destino,
na pintura abstracta
em que limitamos o mundo...
Porque nada mais há a dizer….



 
 
 
Video: Marisa Monte "Bem que se quis" - Youtube

6 comentários:

AC disse...

Marta,
A vida, para ser entendida, tem que ser provada nos seus contrastes...
Sempre bem, as suas palavras!

Beijo :)

Paixão Lima disse...

Somos a rosa e somos o espínho,
Somos o bem e somos o mal,
Somos tudo e não somos nada.
Quem somos e o que somos?!

Nada mais há a dizer...
Deixa dormir e sonhar...

Secreta disse...

Contrastes que tornam a vida tão unica e especial.
Beijito.

Sofá Amarelo disse...

Rosa e espinho existirão sempre lado a lado, porque só com os espinhos poderemos ter percepção das rosas e dos seus perfumes - se tudo fossem rosas não saberíamos onde estava o perfume perfeito... ainda sabemos sempre que o que se reflecte na água forma-se nas estrelas... e deixa marcas na pele... bem que se quis... como diz Marisa Monte!

Graça disse...

Antíteses que compõem a beleza da vida...

Beijo, Marta.

N. Barcelli disse...

A vida sem contrastes seria demasiado monótona...
Excelente poema. Gostei imenso, querida amiga.
Beijo.