sábado, 5 de junho de 2010

MESMO SENTIMENTO






E, de "Pasión",
continuo a falar...
A seduzir,
a ser seduzida.
Arrebatada,
conquistada.
Palavras idênticas,
mas o mesmo sentimento.

Gosto de te sentir assim,
bem junto do meu corpo.
Na mesma carícia,
no mesmo movimento
de sedução.



Imagem do Google (Desconheço o autor)
Textos protegidos pelo IGAC -
Cópias, totais e/ou parciais, proibidas

6 comentários:

Sofá Amarelo disse...

A Vida é feita de sedução, do lado de cá e do lado de lá... qualquer movimento pode ser interpretado como sedução porque a cumplicidade não é apenas uma palavra e as palavras podem ser arrebatadas, sentidas quantas vezes numa carícia que mais não é que uma... "Pasión"!

legivel disse...

... passou-me a mão por uma orelha suavemente, baixou-a até ao nariz e acariciou-me os bigodes como antes nunca alguém mos tinha acariciado. Nos olhos dela eu podia ler "seduzo-te agora ou não estás disponível?". Abanei o rabo duas vezes (sinal de aquiescência) pensando para com as minhas unhas "um gato não pode perder uma oportunidade destas, caída do céu."

Beijos e sorrisos.

uminuto disse...

perfeito este movimento a que as tuas palavras nos conduzem
um beijo

Secreta disse...

Palavras identicas que descrevem o sentir!

Susaninha disse...

LINDO:)))))))))

Nilson Barcelli disse...

A sedução é essencial no amor. Para que ele se mantenha e não apenas antes dele acontecer.
O teu poema é magnífico, querida amiga Marta. Parabéns.
Beijos.