sábado, 16 de maio de 2009

PELE SUADA







Na pele suada dos nossos corpos
Goza-se a noite
Intensamente
Com carícias discretas

As minhas mãos fogem
No descobrir do teu corpo

Demoram-se
Como que presas
Às suas próprias fantasias
Na tua pele suada….



(Foto "Velvet Tear Drops" Ingrid, Olhares)
(Textos protegidos pelo IGAC - Cópias protegidas)

10 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Marta, belo poema...gostei...Espectacular....
Beijos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Poema sensual, que insinua, e nos faz imaginar.
Marta:
Fiz postagem no Galeria sobre o filme A Mulher do Lado, baseado na lenda de Tristão e Isolda. Depois, falo da lenda e exibo a história desses amantes na pintura de um anônimo.
Conto com a sua presença,
Renata

Carmem L Vilanova disse...

Lindo... lindo... lindo!
Minha querida... estou muito feliz com a volta a esta partilha tao querida!
Estou tambem muito curiosa para saber sobre o que ainda eh segredo! (risos)... :o)
Beijos, flores e muitos sorrisos sempre, minha querida!

alice disse...

boa noite, marta. tive curiosidade de conhecer a sua página, depois de tê-la conhecido a si no passado sábado. gostei deste espaço, da cor, das palavras, da agradável atmosfera que aqui criou. e esta citação na caixa de comentários é uma maravilha. muitos parabéns! um beijinho.

Laila Braga disse...

Maginífico... Leve, suave e forte... com quase tudo por aqui...

Patrícia disse...

Este poema está ainda mais carregado de sensualidade que todos os outros. Gostei. Como sempre.

Beijinhos Marta=)
Patrícia

Nilson Barcelli disse...

Gostei da sensualidade das tuas palavras. Consegues que o teu eu poético respire essa atmosfera. Muito bem.
Boa semana, beijo.

Nuno de Sousa disse...

Uma bela fantasia ao suor da sensualidade aqui deixada, gostei...
Bjs em ti amiga,
Nuno

pin gente disse...

a cabeça voa, nas fantasia das mãos...
ups!

beijo

Sofá Amarelo disse...

Que as fantasias deixem ser discretas e passem a ser... intensas!!!