sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

PARA NÃO



A folha continua em branco…

Na escuridão…
Apenas os sorrisos das estrelas…

Sussurros…
Cochichos…
Risos abafados…
Sinceros…


Ama-se…
Usufrui-se…
Sempre em sussurros…


Para não perturbar…
Nem os Deuses…

...........nem as estrelas….


(Foto "_uma_casa_junto_ao_sol_" Bruno Silva, Olhares.Com)


(Textos protegidos pelo IGAC)




5 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

A linguagem do amor são os susssurros. Lindo poema, Marta.
Querida:
Fiz postagem no Galeria. E não se esqueça de ir nos meus outros 2 blogs:
poemas e canções
http://poemasscancoes.blogspot.com
e doces poesias:
http://docesspoesias.blogspot.com
Um beijo,
Renata

Maria disse...

Lindissimo poema!

Nuno de Sousa disse...

Lindo o poema que maravilha de se ler esta tu escrita e uma foto mto linda.
Bjs amiga e um até amanhã,
Nuno

© efeneto disse...

Olá amigo/as.
Venho por este meio agradecer a todos aqueles que tiveram a amabilidade de por todas as vias me endereçaram as melhoras e tiveram a paciência de esperar. Aos poucos e na medida do possível irei retomar as publicações no “Grito” agora renovado e as visitas aos amigos.
Porque o tempo urge e a amizade espera, vou começar a colocar as visitas em dia.
Beijos a quem é de beijos e abraços aos restantes.
©efeneto

Ulisses Reis disse...

Maravilhosa, tua poesia, estava com saudade de degustar teus escritos, espero que esteja muito bem, venha tb me visitar, beijos !!!