terça-feira, 3 de abril de 2007

AINDA

Por aí, algures....

A minha mente vagueia.......

Sentiu, mais que ouviu, a chuva...........

Caprichosa de Primavera.....

Noite agitada, cheia de pesadelos...

Cansativos, doridos.....


Um convite ao equilíbrio,
ao relaxamento para seguir em frente com o dia..........

Sem rupturas visíveis entre o corpo e essa mente que viaja, divaga....

Consciente de mim, dos meus desejos,

volta apaziguadora e sem medo, eu fico.........

6 comentários:

rocha suave disse...

Texto muito bonito...

Quanta inspiração...

www.rochasuave.blogs.sapo.pt

.:mÁrCiO:. disse...

Começo a não ter palavras para conseguir classificar os teus textos… maravilhosos! De uma simplicidade única, mas ao mesmo tempo tão profunda. Parabéns e não pares…

belakbrilha disse...

lindo

ficamos sim e sem medo...lol

bj

Teresa David disse...

Fica sim nas tuas belas divagações poéticas, mas liberta o corpo também para a vida real.
Bjs
TD

Thunder disse...

Passei a correr...só para te deixar um beijinho!

Alexandre disse...

Deixemos a mente vaguear... às vezes vaguear é preciso... para que não haja rupturas entre a mente e o corpo na prossecução do fundamental: o equilíbrio!